A quebra do sigilo telefônico somente ocorrerá em processos criminais?

Não. O entendimento dos Tribunais Superiores é no sentido de que os dados que constituem o sigilo telefônico, quais sejam os dias, os horários, a duração e os números das linhas chamadas e recebidas não dizem respeito à matéria tratada na Lei nº. 9296/96. Por esse motivo poderão ser utilizados em procedimentos que não tenham natureza estritamente criminal, tais como as Comissões Parlamentares de Inquérito e procedimentos administrativos. Nesse sentido estão os seguintes julgados: EDcl no RMS 17732 / MTDJ 19/09/2005 (STJ) e RE-ED 449206 / PR DJ 25-11-2005 (STF).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: